Home / Piadas / A professora comunista x Joãozinho intervencionista
Nitronews

A professora comunista x Joãozinho intervencionista

Uma professora petista do ensino fundamental explicava aos alunos o ser comunista /petista. Pediu que levantassem a mão todos aqueles que fossem simpáticos ao partido e ao socialismo.

Todos os alunos, por temerem represálias, levantaram a mão, exceto um menino que estava sentado no fundo da sala.

A professora olhou para o menino com surpresa e lhe perguntou:
– Joãozinho, por que não levantou a mão?
– Por que não sou petista, socialista – comunistas! – respondeu.

A professora perguntou de novo:
– Se não é petista e nem comunista, então com quem se simpatiza?
– Com os militares patriotas! – respondeu com orgulho o menino.

A professora cujos ouvidos fanáticos não podiam dar crédito a algo assim, exclamou:
– Joãozinho, me diga: porque és simpático aos militares golpistas?

O menino muito tranquilo respondeu:
– Minha mãe é intervencionista, meu pai é intervencionista, meu irmão é intervencionista, por isso eu também sou intervencionista! – arrematou..
– Bem, replicou a professora – que que é isso, que que é isso, mas isso é um absurdo e não é bom motivo.
Você não tem que ser intervencionista como seus pais.

Vote te dar um exemplo:
Se sua mãe fosse puta, seu irmão um meliante vagabundo e contraventor e seu pai um fraudador ladrão de dinheiro público, o que você seria?
– Bom… aí eu seria um petista socialista e comunista.

 

Gostou compartilhe!


APOIE NOSSO PROJETO


A RedeBrasil.NET é uma webrádio anticomunista que a quase 3 anos está 24hs no ar trabalhando em favor da sociedade conservadora e de valores. Nossa intenção é conscientizar a população brasileira que estamos sendo governados por 35 facções criminosas disfarçadas de partidos políticos que implantaram seus amigos nas 4 esferas de poder a saber: Executivo, legislativo, judiciário e o TSE. Contribua para que consigamos permanecer no AR e ampliarmos nosso raio de ação. Apoie com sua contribuição mensalmente pelo paypal clicando no botão abaixo ou fazendo uma contribuição nas contas abaixo.






Deixe seu comentário para este post

Seu email não será mostrado publicamente. Os campos obrigatórios estão marcados *

*