Home / Comunismo / Forças de Maduro se preparam para uma Intervenção Internacional
Forças de Maduro se preparam para uma Intervenção Internacional

Forças de Maduro se preparam para uma Intervenção Internacional

oda vez que há mais conversas sobre a possibilidade de uma intervenção militar na Venezuela com o objetivo de depositar o regime ditatorial de Nicolás Maduro. Em todos os lados é um tema recorrente. Para alguns isso gera terror. Para os outros, espero.

No entanto, nas últimas horas os eventos parecem acelerar. Em todas as terras há velocidade. Por um lado, a abertura de um exame preliminar de Maduro no Tribunal Penal Internacional é anunciada.

A comunidade internacional se manifesta cada vez mais com força contra o autoritarismo na Venezuela; e, finalmente, o mundo militar parece inquieto.

Existe preocupação. Não é mentira. Sim, estamos falando sobre a iminência de uma intervenção humanitária na Venezuela. E aqueles que geralmente especulam e despertam não fazem isso. É um debate sério que ocorre onde essa discussão deve ser gerada.

A controvérsia começou quando Donald Trump levantou, no ano passado, a possibilidade de uma resolução militar para a crise venezuelana. Então Rex Tillerson, o Secretário de Estado dos Estados Unidos, fez o mesmo. E desde então tem havido algum entusiasmo na região.

Tillerson, entretanto, realizou um passeio pela América Latina no início de fevereiro de 2018 para discutir a crise na Venezuela e suas possíveis soluções.

Já os Estados Unidos, nações da Europa e de outros países impuseram fortes sanções contra a ditadura de Nicolás Maduro e seus líderes. Alguns dias atrás, a possibilidade de imposição de sanções para a indústria petrolífera da Venezuela foi delineada. No entanto, em paralelo, a assunção de uma intervenção militar continua a ser reforçada.

Na manhã desta segunda-feira, 12 de fevereiro, a jornalista venezuelana Sebastiana Barrárez escreveu em sua conta no Twitter: “Ativação das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas no quartel, e não exatamente por causa das atividades de carnaval. Há uma alerta para uma intervenção militar “.

Se alguém souber sobre a fonte militar, é precisamente Barrárez. Ela é especialista em questões de segurança, jornalista de investigação e geralmente cobre e gerencia informações exclusivas sobre a fronteira e as Forças Armadas da Venezuela. Por esta razão, a PanAm Post entrou em contato com ela para descobrir qual é a percepção que existe no exército sobre a discussão de uma possível intervenção militar na Venezuela.

O medo da iminência (?) De uma incursão militar na Venezuela

Sebastiana Barráez assegura: o regime de Nicolás Maduro está inquieto. Os elementos que reforçam a idéia de uma intervenção humanitária na Venezuela também geram pânico entre o alto comando militar das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas e os principais funcionários da ditadura de Nicolás Maduro.

“Estou convencido de que existe um medo latente de que a intervenção militar no país possa ocorrer. E estou muito mais convencido pelo comportamento recente das Forças Armadas. Além disso, o movimento interno em geral mostra que eles estão estudando como reagir na frente desse cenário “, diz o jornalista.

Horas atrás, houve movimento militar ao longo da fronteira no lado da Colômbia. Aparentemente, o governo colombiano mobilizou vários veículos blindados (tanques de língua) para o setor La Parada , logo após Simon Bolivar ponte internacional que liga a Colômbia com a Venezuela.

O renomado jornalista investigativo Casto Ocando confirma esta informação; Ele também acrescenta que também havia um movimento militar para a fronteira do lado brasileiro. Ele também publicou a informação de que uma fragata holandesa estava posicionada no Caribe para impor uma “pinça” militar na Venezuela.


APOIE NOSSO PROJETO


A RedeBrasil.NET é uma webrádio anticomunista que a quase 3 anos está 24hs no ar trabalhando em favor da sociedade conservadora e de valores. Nossa intenção é conscientizar a população brasileira que estamos sendo governados por 35 facções criminosas disfarçadas de partidos políticos que implantaram seus amigos nas 4 esferas de poder a saber: Executivo, legislativo, judiciário e o TSE. Contribua para que consigamos permanecer no AR e ampliarmos nosso raio de ação. Apoie com sua contribuição mensalmente pelo paypal clicando no botão abaixo ou fazendo uma contribuição nas contas abaixo.








Você é capaz de comentar esta notícia?

seu endereço de e-mail não será publicado. Required fields are marked *

*

Rolar para cima
x

Apoie este projeto em favor do FIM DO COMUNISMO no Brasil

A RedeBrasil.NET está a 3 anos, 24hs, no AR contra o comunismo, socialismo, Foro de São Paulo. Apoie e incentive este projeto contribuindo com nossa webrádio e canal do youtube (RedeBrasil.NET) através do PayPal ou pelo meios disponíveis no site. Agradecemos por seu apoio.